terça-feira, 22 de junho de 2010

Pé na estrada

Ou melhor, no asfalto! Ebaaaaa!!!!
Depois de um longo tempo parada fui liberada pra voltar a correr DESDE QUE tivesse acompanhamento de um profissional.
Como no momento, a minha agenda e bolso não me permitem fazer parte de uma assessoria, procurei uma academia onde pelo menos pudesse fazer musculação para o fortalecimento muscular do joelho que ficou lesionado.

Para ser sincera, não sou muy fã de academia mas ainda bem que a equipe de professores são pacientes e bonzinhos e acompanham de perto se estou fazendo os exercícios corretamente e com o peso adequado pra não zuar de vez o menisco que tava zuado!ahahahaha
De sessão em sessão sinto que está surtindo resultados. Infelizmente não sairei sarada e curada em apenas 10 sessões ahahahaha

É um processo demoraaado mas que vai me garantir muitas corridas e caminhadas daqui pra frente.

Provas que participei este ano...em apenas 2 meses! (isso que é sede de corrida ehehehe)

Na última corrida que participei, senti uma fisgada chata na perna.
Bom, dor ninguém gosta de sentir mas não deixei me abater e só pensei: tenho que fazer direitinho as aulas.rsrs

Não é preguiça apesar do friozinho que tem feito esses dias mas por falta de tempo não tenho ido para a academia. 24h trabalhando e até noites em claro...trabalhando, é claro!rsrs
Éeeeee dona Minori! Trabalho é importante também mas tem que cuidar da saúde também.

Com o retorno aos asfaltos, criei mais uma meta de corrida. Mas para isso vou ter que me dedicar de corpo e alma. Mais de corpo!rsrs
25/7 vai acontecer a 10 Milhas Mizuno. São 16k! Até hoje o máximo que consegui correr foram 15k da São Silvestre.
E dia 25 é o último dia com meus 33 anos ehehehe
Quero encarar mais um desafio! Mas dessa vez quero estar preparada.

Em 2009 o meu maior desafio foi a São Silvestre. Não tava treinando e nem nada. Apenas participando de algumas provas de rua e de veeeez em quando, ia correr no Ibira.
Consegui completar a prova e fechei o ano com chave de ouro! E pude ver e sentir que quando queremos algo, com garra e determinação, a gente consegue!

E dia 25 de julho vai fazer 15 anos que meu querido irmãozinho nos deixou e virou um anjo.
Ele tinha apenas 16 anos e faleceu de insuficiência respiratória. Ele tinha bronquite.
Quantas vezes ele não podia brincar porque lhe faltava ar. Queria correr mas logo se cansava.
E isso não era motivo para ele continuar a rir e ser uma criança alegre e pentelha ahahaha
Sempre rodeado de muuuitos amigos, ele fazia e fez aquilo que gostava, inclusive jogar basquete e volêi e correr...depois que me provocava!rs
Lembro e guardo para sempre as palavras que ouvi de um parente do Japão no dia do velório:
"Viva aquilo que ele não pôde viver."

Eu, hoje com 33 anos, penso... por motivos bobos e insignificantes as vezes deixo me abater e desistir das coisas. Mas ao lembrar da frase, me sinto muito ridícula e pobre espiritualmente.
Meu irmão não gostaria de viver assim.
A vida é tão bela e breve. Cada momento é efêmero. Cada segundo não volta atrás.

Não vou mentir que estou com um pouquinho de medo ehehehe mas gostaria de participar dessa prova em homenagem a meu irmão.
Tinha planos de tentar correr uma meia-maratona este ano mas tudo tem seu tempo e meu joelho também precisa de cuidados para encarar mais essa loucura comigo.rsrs

A vida continua e sempre nos surpreende com algo mágico.

Devagar a gente sempre chega lá!
Não só láaaa na linha de chegada mas também láaa nos seus sonhos e objetivos.
Acredite! Todos somos capazes, basta querer.

E vamu simbóoooora! :o)


Um ótemo dia pessoal!

2 comentários:

Mayumi disse...

Fala, Minori! Firme e forte? Pelo jeito, sim, né?
Olha esta fome de corridas! Vamos devagar! Qual a sua próxima? Até mais! Bjs.

Karla 亜由美 disse...

Ooi Mimi!! 久しぶりだね~ 元気?
Vim dar um oi, faz tempo q nao passo por aki.. mas vejo q a mimi continua a msm mimi workaholic, bombril e duracell d sempre!!
Eh, isso ae, vamos 1 passo por vez, e viver a vida como ela deve ser vivida! Enjoy! (^-^)b
E ae, vai rolar baladinha esse ano?
bjos